Publicidade e discriminação sexista nem sempre estão juntas.

Mercado uruguaio lança guia para uma publicidade não-sexista

Por Redação Adnews

publicidadsexista

Como parte da última edição do Desachate 2016, principal evento do mercado publicitário no Uruguai, o Observatorio de Género del Círculo Uruguayo de la Publicidad apresentou o “Decálogo de boas práticas para uma comunicação publicitária não-sexista”. Como o próprio nome sugere, o documento é uma espécie de manual e manifesto do mercado publicitário contra as produções sexistas que a propaganda do mundo inteiro ainda insiste em lançar em pleno 2016.

De acordo com a organização do evento, o Decálogo tem como principal objetivo “construir uma indústria responsável, livre de sexismo, onde as mulheres e os homens tenham os mesmos direitos e as mesmas oportunidades”.

Para divulgar a iniciativa, foi produzido um vídeo com a contribuição de profissionais de diferentes áreas do mercado. O manifesto conta com apoio de algumas organizações que trabalham no tema, como a ONU Mulheres, Cotidiano Mujer e Mirá Mamá.

Confira abaixo o vídeo da iniciativa:

 

 

decálogo

Fonte: ADNEWS

Textos correlatos:

Mulheres e drogas: relações pessoais, sociais e tratamento.

“Mídia e publicidade influenciam nos transtornos mentais”

Discriminadores: um grupo que aumentará enquanto não houver interesse em prevenção.
Homofobia: no Canadá querem prevenir. E aqui quem não quer?
Prevenindo a Conduta Discriminatória Machista.
A venda de doença e a mulher.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *